No Acre, 9 mil condutores ainda não entregaram exame toxicológico; prazo termina no dia 30

  • 12/04/2024
(Foto: Reprodução)
Exame é obrigatório para motoristas das categorias C, D e E — que dirigem veículos como caminhões, vans e ônibus — com habilitações novas ou renovadas a partir de 3 de setembro de 2017. Motoristas têm até dia 30 de abril pra renovarem o exame Reprodução/RPC Nove mil condutores do Acre ainda não renovaram o exame toxicológico e o prazo final acaba no próximo dia 30. O exame é obrigatório para motoristas das categorias C, D e E — que dirigem veículos como caminhões, vans e ônibus — com habilitações novas ou renovadas a partir de 3 de setembro de 2017. O prazo normal para renovar o exame terminou em 28 de dezembro. Em janeiro, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) prorrogou o prazo e estabeleceu novas duas datas. Veja abaixo até 31 de março para condutores com validade da CNH entre janeiro e junho; até 30 de abril para condutores com validade da CNH entre julho e dezembro. Caso não renovem o exame, os motoristas podem ser multados em mais R$ 1,4 mil e perder sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As informações são da Associação Brasileira de Toxicologia (Abtox). Em caso de reincidência, ao longo de 12 meses, a multa pode chegar a R$ 2.934,70 e o motorista perde o direito de dirigir. Em todo Brasil, até o dia 6 de abril, cerca de 3,4 milhões de condutores não entegaram o exame. Na Região Norte são 194 mil que segue pendentes. Como é feito o exame toxicológico? O exame toxicológico é feito por meio da coleta de uma pequena quantidade de cabelo próxima ao couro cabeludo do condutor ou por um pelo do corpo. Segundo a Associação Brasileira de Toxicologia (Abtox), a média de preço no Brasil é de R$ 135. O exame identifica se houve consumo de substâncias psicoativas por um período mais longo – entre 90 a 180 dias antes da coleta – do que os exames de urina e sangue conseguem detectar. As drogas detectadas pelo exame são: Maconha e derivados; Cocaína e derivados (Crack, Merla e outros); Anfetaminas (rebites); Metanfetaminas, MDMA e MDA (Ecstasy). Inibidores de apetite Anfepramona; Mazindol; Femproporex. Analgésicos à base de opiáceos e substâncias derivadas Codeína; Morfina; Heroína; entre outros. Reveja os telejornais do Acre

FONTE: https://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2024/04/12/no-acre-9-mil-condutores-ainda-nao-entregaram-exame-toxicologico-prazo-termina-no-dia-30.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes